Pesquisar este blog

CONTATOS:

E-mail: blogradiomania@hotmail.com
DIVULGUE SUA EMPRESA OU EVENTO EM NOSSO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA

Apresentador perde programa após criticar a Igreja Universal



As declarações dos apresentadores, até mesmo as mais simples, podem interferir fortemente no futuro profissional. Quem fala o que pensa está sujeito a perder toda uma carreira, já que na televisão, tudo que é falado deve ser absolutamente ponderado.

Foi isso que aconteceu com o apresentador Ronald Rios, que teve o seu programa cancelado da grade da TV Gazeta, após 16 episódios no ar, após ele fazer críticas à Igreja Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo, dono e proprietário da Rede Record.

Ele comandava uma espécie de “The Daily Show” e “Comédia MTV”, onde comentava notícias, fazia sátiras e críticas. A emissora, oficialmente, diz que o cancelamento ocorreu por “término do contrato”. No entanto, ele declarou que foi por conta da piada.


Em seu Facebook, ele escreveu: “Foi a gente zoar a Universal que dá a maior grana pra anunciar às 6 da manhã… Money talks”. A IURD é uma das patrocinadoras da TV Gazeta. “A Gazeta limpou o programa da Internet, algo que eles nunca tinham feito com um programa cancelado”, disse.

“Tudo cheira mal, eu sei, mas eu não tô mal com isso”, concluiu ele. Confira o texto na íntegra:

Não tenho mágoa nenhuma, foi uma puta jornada e a gente fez um programa que eu não sei como passou do quinto episódio.

A gente batia muito no Bolsonaro e a chefia de tv é FÃ do cara.
Foi a gente zoar a Universal, que dá maior grana pra anunciar 6 da manhã…

Money talks.

E se você tiver curioso para saber sobre o que era a piada sobre a Universal, pode assistir essa matéria aqui do Jornal Nacional ->https://www.youtube.com/watch?v=n52d67-r5lI

A gente fez uma paródia disso.

Que nem no youtube está mais porque a Gazeta LIMPOU o programa da internet, algo que eles nunca tinham feito com um programa cancelado.

Tudo cheira meio mal, eu sei. Mas eu não tô mal por isso. Tenho coisas no forno em emissoras na tv a cabo e 4 livros encomendados, 1 de ghostwriter.

E fora que continuo trabalhando frilando roteiro – o que nunca parei de fazer desde 2006, com emprego ou sem emprego. Toca po pai.

Eu sou meio Pai do Chris. “My man has 2 jobs.”

Fora que não podia vir em melhor hora. Há 3 meses eu converso com o pessoal do Catarse e eles querem impulsionar uma campanha pro Rap Cru. Então podem esperar 3 vídeos do Rap Cru toda semana quando a campanha deles virar.

Fonte: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário